• Informam-se todos os EE que, a partir do dia 8 de fevereiro de 2021, de acordo com o ponto 2 do artigo 3º do Decreto 3-D/2021 de 29 de janeiro, as atividades educativas e letivas dos estabelecimentos de ensino públicos serão retomadas em regime não presencial, de acordo com a Resolução de Conselho de Ministros nº53-D/2020 de 20 de julho.

Horários do Ensino à Distância:

  • Para o pré-escolar recomenda-se a ligação às famílias/alunos uma vez por dia e o envio semanal de propostas de atividades a realizar com os alunos.
  • Para o 1º ciclo os docentes também terão que adaptar as estratégias educativas mais adequadas ao grupo/turma, isto significa que terão, pelo menos, de se ligar aos alunos durante dois períodos (sessões síncronos), um de manhã e outro durante a tarde. Neste contacto devem lecionar matéria ou estabelecer tarefas formativas para os alunos realizarem (sessões assíncronas) e que posteriormente serão monitorizadas pelo docente, de acordo com a respetiva planificação semanal de atividades.
  • Para os alunos do 2º, 3º Ciclos, Secundário e Profissional, os horários semanais manter-se-ão, havendo sempre a possibilidade de os docentes adaptarem as estratégias educativas mais adequadas ao grupo/turma/disciplina. Isto significa que, como as aulas não são todas síncronas, pode cada docente, escolher o tipo de trabalho/modalidade de aula (síncrona ou assíncrona) que pretende desenvolver.
  • Para os alunos do 2º e 3º ciclos, recomenda-se que sejam lecionados pelo menos 50% dos tempos letivos semanais na modalidade de aulas síncronas e restante tempo em modalidade assíncrona. Para o Ensino Secundário e Profissional, pelo menos dois terços do horário semanal deverá ser síncrono e o restante assíncrono, de acordo com a respetiva planificação semanal de atividades.
  • Quanto aos horários de trabalho, tanto dos docentes como dos alunos há que ter em conta determinados aspetos, nomeadamente:

O horário escolar decorre de segunda a sexta-feira, das 9:00 às 17:30 ou das 9:00 às 16:00 para o Pré-escolar/1º CEB, e é neste intervalo temporal que os docentes devem comunicar com os alunos e com as famílias, para que todos tenham direito a vida pessoal e familiar, o mesmo acontece para os alunos, que também só devem comunicar com os docentes neste intervalo temporal, para que os tempos de descanso e de trabalho de todos estejam perfeitamente delimitados.

Assim os horários de atendimento aos Encarregados de educação devem ser comunicados pelos professores/diretores de turma às famílias e respeitados, para que os docentes não sejam importunados no decurso das aulas síncronas.

  • O professor titular/diretor de turma desempenha uma função central ao nível da articulação entre professores e alunos. Organiza o trabalho semanalmente, centraliza a função de distribuir as tarefas aos alunos e garante o contacto com os pais/encarregados de educação, supervisionando na organização e gestão do trabalho do conselho de turma.

Operacionalização do Ensino à Distância:

  • Durante as sessões síncronas os alunos devem ter a câmara ligada.  A interação síncrona é aquela em que é necessária a participação do aluno e professor no mesmo instante e no mesmo ambiente, nesse caso, virtual. Assim sendo, ambos se devem conectar ao mesmo tempo e interagir entre si de alguma forma para concluírem o objetivo da aula. 
  • A ferramenta Google Meet (do Google Classroom) deverá ser utilizada preferencialmente nos momentos de trabalho síncrono.   
  • Sobre a assiduidade das sessões síncronas e assíncronas está será registada na plataforma GIAE, tendo os docentes de fazer a monitorização de todas as atividades educativas;
  • O E@D, no nosso Agrupamento, vai funcionar através da plataforma digital Google Classroom;
  • Esta plataforma pode ser acedida pelos alunos e pelos docentes através do e-mail institucional que está atribuído a cada um;
  • Para iniciar sessão no Google Classroom, quando o acesso pelo gmail:

Utilizador: a????@aesabugal.com

Password: o número de contribuinte do aluno

  • Para que as sessões síncronas sejam bem-sucedidas e uma mais-valia para o processo de ensino aprendizagem à distância, o aluno deve respeitar as seguintes regras: 
  • Ser assíduo e pontual, tendo o cuidado de atempadamente verificar e preparar o material necessário para a aula, indicado pelo professor; 
  • Procurar um local sossegado, sem ruídos ou fatores de distração; 
  • Usar auscultadores, sempre que possível; 
  • Manter o microfone desligado, ligando-o apenas se o professor o solicitar; 
  • Não partilhar qualquer conteúdo que não seja pedido pelo professor; 
  • Não usar o telemóvel, a não ser no caso de ser o dispositivo usado para assistir à aula.   
  • No que concerne à utilização de plataformas digitais, não é permitido, em caso algum, os pais/encarregados de educação e/ou outros membros familiares interagirem com os outros alunos da turma, ou com os professores, por via das plataformas digitais, quando estejam a decorrer as sessões síncronas. O espaço de “sala” de aula, presencial ou online, é um espaço reservado exclusivamente a professores e alunos.
  • Considerando que, nenhum aluno pode prejudicar, direta ou indiretamente, o direito à educação dos demais e sem prejuízo dos deveres consagrados na lei e no Regulamento Interno do Agrupamento, o aluno tem o dever de: 
  • Não captar sons ou imagens, designadamente, de atividades letivas à distância; 
  • Não gravar as sessões síncronas; 
  • Não divulgar a terceiros, via Internet ou através de outros meios de comunicação, o áudio, o vídeo, as fotografias, os recursos ou os dados de acesso às plataformas digitais utilizados no ato educativo; 
  • Não divulgar a terceiros o endereço de e-mail e password de acesso à plataforma digital; 
  • Respeitar a autoridade e as instruções dos professores, não perturbando o normal funcionamento das sessões, como se de uma aula presencial se tratasse. 
  • O incumprimento do supracitado poderá determinar o seguinte: ➢ Suspensão imediata da sessão síncrona em curso; ➢ Impedimento do aluno continuar a frequentar as sessões síncronas, por um período de tempo a determinar pela Diretor do Agrupamento. São circunstâncias agravantes da responsabilidade do aluno a premeditação, o conluio, enquanto participante direto ou indireto na(s) ocorrência(s), e a acumulação de infrações disciplinares ocorridas nas sessões síncronas e a reincidência nelas.
  • O aluno deve aceitar o convite dos seus professores para a plataforma Googleclassroom / GoogleMeet para poder participar nas atividades educativas propostas. Haverá sumários de todas as atividades, registados eletronicamente como até aqui, cabendo aos conselhos de turma verificar a execução deste plano.
  • Informam-se ainda as famílias que a escola apoia as crianças e jovens nesta retoma ao ensino não presencial, nomeadamente através da possibilidade de apoio na alimentação a alunos do escalão A e B e nas escolas de acolhimento para os filhos dos trabalhadores dos serviços essenciais, desde que mobilizados para o serviço de acordo com o artigo 3º da portaria 25-A/2021, de 29 de Janeiro.

Projeto #Estudo em Casa

  • Os alunos que assim o entenderem podem ainda aceder ao projeto #EstudoEmCasa disponível no site -  https://www.rtp.pt/play/estudoemcasa/ano-letivo-2020-2021 ou nos canais generalistas da televisão em através dos canais:
    RTP Memória, TDT – posição 7
    • MEO – posição 100
    • NOS – posição 18
    • Vodafone – posição 17
    • Nowo – posição 13